Nova funcionalidade do Instagram inclui a guia “Top” para quem segue hashtags

Nova funcionalidade do Instagram inclui a guia “Top” para quem segue hashtags

O objetivo dessa nova estratégia é colocar as publicações “topzera” em primeiro lugar no feed dos usuários que seguem hashtags específicas.

Uma nova funcionalidade do Instagram vai dificultar para você que quer receber as publicações mais recentes em seu feed.

Mesmo que você consiga procurar todos os tipos de postagens recentes do Instagram centradas em uma hashtag específica, o teste permitirá que você veja apenas as postagens com mais curtidas ou vídeos curtos (Reels) relacionados a essa mesma hashtag.

Segundo a empresa queridinha pelos influencers de plantão, a nova feature irá separar duas categorias de posts: os que foram publicados recentemente na aba “Recentes”, e os topzeira, obviamente, na aba “Top”.

Quando foi lançado, a opção de seguir hashtags era uma forma mais divertida de trazer as principais tendências das publicações, mas acabou se tornando uma alternativa para os usuários ganharem mais visibilidade.

E assim, mais cliques e curtidas.

A nova funcionalidade estará disponível para alguns usuários apenas, e durante esse período de teste, o Instagram avaliará se esta funcionalidade ficará disponível para todos os usuários.

Guerra entre Redes Sociais

Não é novidade que, com mais pessoas usando as redes sociais para ganhar mais popularidade, promover sua empresa e, assim, ganhar mais dinheiro, os aplicativos de mídias sociais investiram e muito nos algoritmos.

E mesmo diante das mais diversas críticas e reclamações dos usuários que, com certa razão, exigem que as publicações que aparecem no feed sejam as mais recentes, existe ainda um esforço para continuar promovendo os posts mais populares.

Podemos dizer que com o aparecimento do Tik Tok, que praticamente roubou a atenção dos usuários – se tornando mais popular do que o próprio YouTube para quem utiliza Android – o Instagram tenta trocar na mesma moeda, forçando o Reels a ser uma alternativa “natural” para quem utiliza o aplicativo.

E o chacoalhão que a plataforma de micro conteúdos chinesa causou nos últimos anos tirou muitas outras redes sociais da inércia, em busca de novas maneiras e formatos para manter a atenção dos usuários.

No mês passado, o Twitter, que está na mira de ter nada mais, nada menos que Elon Musk como seu dono, tentou forçar o algoritmo para que os usuários recebessem os posts de forma cronológica, mas que foi revertido alguns dias depois.

Pois bem, enquanto esperamos essa nova funcionalidade aparecer para todo mundo, só nos resta sentar no sofá, pegar a pipoca e ver como essas mudanças irão afetar o comportamento dos usuários.

Autor: Caio Moretti

Você também pode gostar de...