Usinas nucleares da Ucrânia são desligadas a força após ataques russos

E a guerra continua na Ucrânia. As tropas da Rússia realizaram novos bombardeiros nesta quarta-feira (23), forçando o desligamento de quatro usinas nucleares da Ucrânia, deixando grande parte do país sem energia elétrica. 

Os reatores das usinas ficaram completamente sem energia após o ataque e por isso foram parcialmente desligados. A falta de energia é um problema que está deixando os ucrânianos bastante preocupados, pois estão se preparando para a chegada de um inverno super rigoroso. 

Atacar o sistema de energia civil e aquecimento com mísseis de longo alcance e drones sempre esteve nos planos da Rússia, que em outubro, reconheceu as ações com o objetivo de “reduzir a capacidade de luta” e pressionar Kiev a negociar. Para o governo Ucraniano, os ataques à infraestrutura são um crime de guerra, feitos apenas para prejudicar os civis.  

Segundo o presidente Volodymyr Zelenskiy, serão criados “centros de invencibilidade” por toda a Ucrânia para fornecer eletricidade, calor, água, internet e remédios gratuitamente para a população.

Autor: Taís Machado

Você também pode gostar de...