Trabalhadores da Amazon votam sobre a sindicalização em Nova York

Feriado no Brasil, treta nos Estados Unidos, os trabalhadores do armazém conhecido como ALB1, localizado no vilarejo de Castleton-on-Hudson em Nova York começaram a votar sobre a adesão ao Sindicato Trabalhista da Amazon (ALU), que luta, em parte, por um salário mínimo de $ 30 por hora e intervalos mais longos. 

  • Essa será a segunda votação da história da empresa, a última que também aconteceu em Nova York (Staten Island), terminou com maioria a favor da sindicalização.

A votação está programada para durar até segunda-feira com a contagem de votos marcada para 18 de outubro, de acordo com o National Labor Relations Board (NLRB) — semelhante ao ministério do trabalho brasileiro. 

  • Para se qualificar para uma eleição sindical, o NLRB exige assinaturas de 30% dos eleitores elegíveis em uma instalação específica.   

Take Away: Na semana passada, a Amazon suspendeu mais de 50 funcionários de seu galpão em Staten Island após protestos e incêndio em galpão.

Autor: higor torrez

Você também pode gostar de...