Kim Jong Un e ameaça nuclear da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, ameaçou os adversários hoje, dizendo que suas armas nucleares estão totalmente preparadas para uma “guerra real”.

  • Demostração de força: o pronunciamento foi feito um dia após o último lançamento do país em uma recente enxurrada de testes de mísseis.

“Nossas forças de combate nuclear… provaram novamente sua total preparação para uma guerra real para trazer os inimigos sob seu controle”, disse Kim em um relatório da Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, em inglês).

Na tentativa de ostentar forças ao ocidente, Kim teve uma semana bem cheia:

  • Quarta-feira (12/10): Kim supervisionou o teste de mísseis de cruzeiro de longo alcance sobre águas a Oeste da Península Coreana, segundo a KCNA.
    • O dia também marcou o 26º teste de mísseis de cruzeiro ou mísseis balísticos pelo regime de Kim este ano.
  • Segunda-feira (10/10), a mídia estatal norte-coreana quebrou seis meses de silêncio sobre a onda de testes de mísseis deste ano, alegando que eles faziam parte de uma série de procedimentos simulados destinados a demonstrar a prontidão de Pyongyang para disparar ogivas nucleares táticas contra alvos em potencial na Coreia do Sul.

Os portões abriram e eu também quero brincar [Opinião]

Putin colocou de volta na mesa a grande discussão entre os países sobre o uso nuclear. Ameaças de usar armas desse tipo sempre houveram desde quando foram criadas, mas de grandes potências. Pela primeira vez, estamos vendo um movimento grande de países com conflitos entre si, ameaçando o uso de forças assim. Putin abriu o portão do mundo para as armas nucleares e Kim, como uma boa criança mimada, não quer deixar de brincar.

Mesmo assim, achamos difícil que alguém realmente faça um ataque nuclear, mas quem vai pôr a mão no fogo?

Autor: higor torrez

Você também pode gostar de...