A Romênia recorre ao Mar Negro para sair da dependência energética da Rússia

Quando tudo parece estar perdido na Europa — tratando-se do gás natural — a Romênia chegou com tudo para mostrar que a esperança é a última que morre. Na cidade de Vadu (sudeste do país), está sendo extraído o precioso gás natural, diretamente do Mar Negro.

  • O gás é extraído por plataformas em alto mar e apesar da bagunça com direito a presença de minas e navios de guerra na vizinha Ucrânia. A Romênia mostra que não está pra brincadeira e quer acabar de uma vez com a sua dependência energética da Rússia.

A união faz a força

Ter bons amigos significa muito, não só na vida como, também nas relações internacionais. Com a Romênia, isso não ia ser diferente né? A nova era de extração de gás do país vem com o apoio da gigante americana Carlyle Group LP e do Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (BERD).

  • A plataforma que está sendo usada, custou milhões de dólares e dela são extraídos cerca de três milhões de metros cúbicos por dia. A meta é chegar a 1 bilhão de metros cúbicos por ano em uma década.

Apesar de a Romênia ter importantes reservas em terra e no mar, durante o inverno ainda precisa recorrer à Rússia para cobrir cerca de 20% do seu consumo.

Nem tudo são flores

A invasão da Ucrânia pela Rússia complicou a situação. O que já era de se esperar considerando que são países vizinhos:

  • Executivos disseram a agência AFP que detectaram minas perto da plataforma, viram navios de guerra navegarem perto, e até aviões se aproximaram do local.

Zoom Out: A Romênia estima suas reservas de gás ‘offshore’ em 200 bilhões de metros cúbicos, mas os investidores estão cautelosos.

Autor: higor torrez

Você também pode gostar de...