A guerra continua: Segundo Zelensky, Rússia destruiu 30% das usinas de energia da Ucrânia

Desde a destruição da ponte de Kerch, a guerra parece ter mudado um pouco de intensidade. Putin voltou a fazer ataques mais agrecivos e vem mirando na infraestrutura Ucraniana.

  • Segundo o presidente Zelensky, desde 10 de outubro, 30% das usinas de energia da Ucrânia foram destruídas.

Áreas em pelo menos três cidades ucranianas foram atingidas por quedas de energia após os ataques da Rússia a infraestruturas importantes nesta terça-feira, de acordo com autoridades locais.

Confira as ultimas atualizações de cada uma delas:

  • Kiev: A capital ucraniana voltou a ser atacada por mísseis russos hoje, explosões foram ouvidas na região norte da cidade. Segundo o assessor presidencial ucraniano, três mísseis atingiram a infraestrutura de energia em Kiev, causando explosões e deixando a cidade debaixo de fumaça — Em Zhytomyr, perto da capital, moradores ficaram sem água e energia.
  • Mykolaiv: Um míssil russo atingiu um prédio residencial na cidade portuária de Mykolaiv (Sul da Ucrânia) — o ataque ocorreu em uma das três explosões ouvidas no local nas primeiras horas desta terça, disse uma testemunha da Reuters.
  • Kharkiv: Segundo o prefeito da cidade em um post do Telegram, a cidade está em chamas. Considerada a segunda maior cidade da Ucrânia antes do início da guerra, está entre os territórios recuperados pelas forças ucranianas durante sua recente contraofensiva.
  • Dnipro: Uma instalação de energia na cidade de Dnipro, no centro do país, foi severamente danificada por dois ataques nesta terça-feira, disse uma autoridade ucraniana de alto escalão.

Vale ressaltar que os relatos de ataques acontecem horas depois que os Estados Unidos alertaram que responsabilizariam a Rússia por crimes de guerra. (como sempre).

Na segunda-feira, os ataques russos foram na capital Kiev e outras cidades em que pelo menos quatro pessoas foram mortas. É segunda onda de ataques aéreos em uma semana.

Autor: higor torrez

Você também pode gostar de...