Por que a Americanas Comprou uma rede social?

Skoob é uma rede social de leitura fundada em 2009. Se você achou que leitura não dava dinheiro, tá na hora de morder a língua.

  • Na última semana, a Americanas adquiriu a Skoob por um valor não divulgado, seguindo uma linha bem interessante…

 

Qual a estratégia? 
 

Vamos lá… As funcionalidades da Skoob são:

  • Uma biblioteca virtual, que te permite organizar suas leituras — tanto as que já concluiu quanto as que ainda vai começar;
     
  • Uma área de resenhas e avaliações das obras, com interação entre leitores, editoras e autores.

As Lojas Americanas S.A. tem mais de 3 milhões de livros à venda e, com os mais de 8 milhões de usuários ativos da Skoob, a maioria entre 16 e 25 anos e acostumados com o digital, a gigante do varejo pode direcionar todo o tráfego da rede para o seu e-commerce.

Não entendeu? é só imaginar uma resenha de um livro e, embaixo, um “clique aqui para comprar” que vai levar o leitor para o site. 

Além disso, constantemente a ligação entre recomendação e vendas é um bom caminho para o sucesso. A tendência é que, lendo uma avaliação real, feita por um usuário engajado, a conversão aumente drásticamente. 

Tudo para novos clientes.
No e-commerce brasileiro, o segmento de livros usualmente atua como porta de entrada para novos clientes. Nesse contexto, o objetivo da Americanas é alcançar um aumento da recorrência e aumentar o número de novos clientes para que se fidelizem à loja, passando a consumir outros produtos. Ou seja, o livro é a porta de entrada.
Batalha

A concorrência pelo mercado literário no Brasil é grande, como será que a Americanas pretende lidar com essa pedra no caminho? Se considerar a Amazon, maior vendedora de livros do país, a pedra fica um pouco maior. 

Autor: higor torrez

Você também pode gostar de...