Redução da dívida pública: governo Bolsonaro arrecada R$ 304 bilhões em privações

Quitando dívidas. O Governo de Jair Bolsonaro arrecada R$ 304,2 bilhões com privatizações e desinvestimentos de estatais.

  • A maior parte do montante veio da outorga da Petrobrás no valor de R$ 67 bilhões.

O dinheiro foi arrecadado com a venda de subsidiárias estatais e ações detidas pela União e suas empresas. 

Entre os principais papéis negociados pelo governo ao longo dos últimos três anos e meio apareceram ações do Banco do Brasil, BNDESPar e CaixaPar.

Além disso, a venda da Transportadora Associada de Gás (TAG), ligada à Petrobras, representou um ganho de R$ 33,5 bilhões ao governo.

No ano de 2019, foram arrecadados R$ 110,1 bilhões em privatizações, a maior parte delas. Em 2020, com a pandemia de Covid-19, a quantia caiu para R$ 59,7 bilhões. Em 2021, o valor foi de R$ 57,8 bilhões. Já em 2022, as privatizações somam R$ 76,6 bilhões.

E o dinheiro arrecadado, vai para onde?

Os recursos arrecadados através das privatizações têm sido utilizados para sanar parte da dívida pública,atualmente acumulada em  R$ 5,7 trilhões. 

A exceção é das privações da Eletrobras, no qual R$ 26,6 bilhões será usado para o reforço do Auxílio Brasil, que fica entre R$ 400 para R$ 600, do Auxílio Gás e para criação de um voucher para caminhoneiros e taxistas.

Você também pode gostar de...