Empresa de automação pretende mudar a forma de atender clientes

Certamente você já ouviu falar, ou até mesmo já utilizou alguma plataforma de atendimento digital. A Maxbot é uma das startups desse ramo que vem crescendo de forma surpreendente.

Os responsáveis por esse sucesso são Rômulo Balga CEO, Rodrigo Gomide CTO, Mateus Horta, Gerente de operações empresariais os heads  da companhia que pretende se diferenciar das demais com um atendimento humanizado. 

“Nosso propósito é melhorar o atendimento ao cliente no Brasil, que atualmente é motivo de insatisfação por 82% dos clientes”, conta o CEO Romulo Balga.

Metodologia de atendimento diferenciada… Como seria isso?

A Maxbot começou com o programa Lemonade, que foi uma forma de incentivo a novas startups relacionadas a tecnologia e ciência, e está se consolidando no mercado passando a atender de 6 até 300 clientes.

O sistema funciona da seguinte forma: Você configura datas, horários e o setor da empresa pelo próprio sistema deles, define a quantidade de atendimentos e atendentes larga ou pequena escala. 

Além disso, não há limites para a escolha do número de atendentes, comportando tanto empresas menores quanto multinacionais. 

Também é possível definir uma quantidade de atendimentos simultâneos que cada atendente pode realizar conforme as especificidades do seu negócio.

Assim, o cliente pode turbinar seus atendimentos com as integrações, as que a Maxbot trabalha são:

  • Whatsapp;
  • Rd Station;
  • Telegram;
  • RadiusNet;
  • Rbx Soft;
  • SGP.

Futuro milionário

As expectativas para o futuro não são baixas. A partir de seu aplicativo, a Maxbot procura dobrar seu faturamento para este ano, atingindo a marca de R$ 2 milhões e 100 mil

Nesse sentido, a intenção é voltar os olhos para o setor público. Dar início a expansão internacional também está nos planos, começando por Peru, depois Portugal, Finlândia e EUA.

Você também pode gostar de...